apresentação

Luminosa e vibrante. Estes são provavelmente os adjetivos que mais rapidamente se associam a Lisboa nos últimos anos.
Mas para lá da luz e do rio, dos miradouros e dos monumentos, existe uma outra cidade, mais introspetiva e até clandestina, que se esconde dos nossos olhos e que convidamos a desvendar no programa Lisboa por Dentro.

Entrar na intimidade da cidade, explorar espaços inesperados através de diversas propostas culturais que passam pela música, literatura, teatro, dança, é a nossa proposta para os meses de março e abril. Abrindo espaços que estão habitualmente interditos ao público ou invadindo áreas já desativadas, pretendemos explorar o potencial invisível que está inerente aos recantos que sustentam o quotidiano da cidade, bem como as tradições e as histórias que carregam.

Além de visitas guiadas e espetáculos artísticos em locais imprevistos, este programa apresenta no Dia Internacional da Mulher  uma programação a elas dedicada.

No ano em que Lisboa é capital Ibero-Americana de Cultura, olhamos para mulheres latino-americanas que se distinguiram em diferentes domínios artísticos, partindo de uma homenagem a uma em particular: Violeta Parra, cantora, compositora, poeta, artesã, artista plástica e folclorista que, apesar da sua morte precoce, deixou um enorme legado à arte e à cultura chilenas.

Deixe para trás a apatia dos meses cinzentos e junte-se a nós neste itinerário que, ao longo de um mês, trilha novos caminhos, pela cidade e pelo pensamento.