LISBOANARUA.COM  
  | EN

Roteiros temáticos

Vários locais
7 a 22 Abril, 2018

7 Abril, “Lisboa Operária nas Vésperas do 25 de Abril”, itinerário pela Lisboa Oriental (Marvila, Beato, Xabregas e Vale de Chelas)

O militante anti-fascista Raimundo Santos irá guiar-nos por Lisboa Oriental, antiga zona de concentração fabril na cintura da cidade. No itinerário “Lisboa Operária Nas Vésperas do 25 de Abril”, este profundo conhecedor do bairro e das suas histórias propõe-nos percorrer as ruas, os bairros e as vilas operárias do Beato, Poço do Bispo, Xabregas e Vale de Chelas para nos contar como viviam as classes operárias e como se organizava a resistência e luta operária durante a ditadura. Ponto de encontro às 9h30, na Estação de Santa Apolónia.

14 Abril, “Lisboa da Repressão durante o Estado Novo”, itinerário pela prisão da PIDE/DGS e ao Museu do Aljube

Irene Pimentel, historiadora e investigadora do Instituto de História Contemporânea , autora de várias obras sobre o regime de Salazar e Caetano, irá iniciar a sua visita no itinerário “Lisboa da Repressão no Estado Novo” pela ex-prisão da PIDE/DGS, localizada bem no centro da cidade, na Baixa-Chiado. De seguida, visitaremos o Museu do Aljube, junto à Sé de Lisboa, um espaço que albergou uma antiga prisão política durante o Estado Novo e presta agora homenagem à resistência e liberdade. Ponto de encontro às 10h, no Largo do Chiado.

22 Abril, “Lisboa Revolucionária”, itinerário pelo Miradouro do Parque Eduardo VII Largo do Rato, Jardim de S. Pedro de Alcântara, Largo do Carmo, Largo do Município e Terreiro do Paço

Fernando Rosas, historiador e investigador do Instituto de História Contemporânea, estudioso da resistência política e dos períodos revolucionários durante a República e o Estado Novo, irá revisitar alguns dos principais momentos de sublevação popular e luta política de massas. Com início no Miradouro do Parque Eduardo VII, o itinerário da “Lisboa Revolucionária” irá percorrer o Largo do Rato, Jardim de S. Pedro de Alcântara, Largo do Carmo, Largo do Município e Terreiro do Paço. Ponto de encontro às 10h, no Miradouro do Parque Eduardo VII.

Todos os itinerários são de entrada livre, mediante inscrição em direitos.humanos@cm-lisboa.pt ou 21 798 81 56. Lotação limitada aos lugares disponíveis. Duração prevista de 3 horas. Parte dos percursos realiza-se em autocarro da CML. Chegar ao ponto de encontro, cinco a dez minutos antes da hora prevista. Levar roupa e calçado confortável. Conforme as condições climatéricas, não esquecer proteção para o sol ou para a chuva ou frio. Levar água e alguns alimentos, como fruta e bolachas.